Páginas

26 de junho de 2014

Não é que é bom?

Estava meio afastada dos blogs que acompanho pois estou usando mais o celular pra ver as redes sociais e pelo net eu tenho estudado. Eis que resolvi me atualizar e tomei um susto!

Uma grata surpresa na verdade. Assuntos que ainda me interessam... achei ótimo! Então quer dizer que mesmo depois de 4 meses mal olhando as postagens eles ainda me interessam como antes. Então não mudei nada nesse período? Peraê, uma coisa não tem nada a ver com a outra.

Tantas coisas têm acontecido que tenho ficado absorvida com as opções. Vivendo do outro lado, ou seja, fora do mundo virtual, apesar dele estar muito ligado no meu dia-a-dia por diversos motivos.

Tenho saído com outras pessoas, tenho feito programas familiares com outras famílias... têm sido bem legal.

Por enquanto é isso, sem muitos detalhes do lado de cá do Brasil.

Peraê, antes de terminar o post tem sim uma novidade. Agora sou diplomada. Antes tinha recebido apenas o certificado de conclusão de curso, mas agora estou com meu diploma mais que suado em mãos. Isso é sim uma excelente novidade.

27 de maio de 2014

Ainda sobre os 6 pinos

Me dei conta agora a noite que a 1 ano atrás eu estava com a perna pra cima em busca de vôo para Salvador.

Krisna me socorreu pela manhã e ficou à tarde com a Bia.
Meu vizinho na época, seu Antônio, segurou Nero.
Marido voltou às pressas de um treinamento. E dois colegas dele foram muito solícitos.
Marcella marcou o médico que posteriormente iria me operar.
Dr. Marilton me operou.
Minha mãe perdeu a voz e depois cuidou de nós por 2 meses.
A família e amigos ficaram com Bia, foram me visitar, me mandavam mensagens pelo face e me faziam rir muito e superar aquele período doloroso e triste, mas de muito aprendizado.
Drª Alessandra minha primeira fisioterapeuta e me ajudou a colocar o pé no chão a primeira vez.
Drª Maria Carmo minha segunda fisio e continuou me auxiliando na recuperação dos movimentos do pé.
Drª Luciana Lucas minha terceira fisio e colocou meu quadril e joelho na posição correta.

Um dia após o outro e já faz 1 ano. Dor? Ainda sinto um pouco em momentos diversos, mas nada que não possa suportar/superar.

Acredito que nunca cansarei de agradecer. 

Obrigada!

Levanta sacode a poeira e...

Nada.

Muitas vezes busquei oportunidades que sempre acreditei que nunca viriam para mim. Na verdade eu fiz essas oportunidades, elas não dependeram de ninguém além de mim.

Mas e aí? Como terminou? Não deu eu nada. Às vezes precisamos parar, colocar a cabeça no lugar e dar lugar ao feeling intuição, sexto sentido, qualquer um deles serve e restabelecer (? ou reestabelecer? Preguiça de ir ver no Houaiss) suas prioridades.

Dificuldade de resolver coisas simples começam a angustiar demais para o que seria tão fácil.

Então pronto. Para, volta para trás e aguarda de novo. Quando puder fazer acontecer de novo, vou lá e faço.

Mas o apoio que recebo é a melhor coisa. De todos os cantos

Até a próxima correria.

17 de maio de 2014

Trinta e um's dias

'Por tanto amor, por tanta emoção, a vida me fez assim (...) '
'(...)Longe se vai,sonhando demais, mas onde se chega assim(...)'

Me dei de aniversário coisas importantíssimas:

2 e-book's sobre finanças pessoais pra ajustar a vela de uma vez
Batom vermelho, rímel e lápis de olhos a prova d'água sou chorona mesmo
Voltei pra academia
Estou indo regularmente para a acupuntura

Tá bom ou quer mais?

Sim, teve mais.

Mas conto outra hora :-*



14 de maio de 2014

Pensei melhor e...

Desisti de escrever sobre o que ganhei e perdi antes dos 30. Se fosse enumerar quantas decepções, frente às vitórias, que tive poderia entrar em depressão.

Muita gente ia me chamar de ingrata, insensível. Por isso desisti de escrever sobre isso. Mas a partir dos 30 já posso começar uma boa lista que também não vou fazer pra que os invejosos não me jogarem as belas energias que possuem.

Só tem uma coisa sobre o que quero escrever, nunca imaginei que realmente não sabia de muita coisa aos 20 anos, nunca imaginei que aos 30 as coisas mudassem de figura. Jamais imaginei que a maturidade teria um gosto tão diferente.

2 frases eleitas por mim pela passagem do dia de hoje:

'Não estou envelhecendo, estou me tornando um clássico'  
-não sei de quem é

'A tragédia da vida é que ficamos velhos cedo demais. E sábios tarde demais.'
Benjamin Franklin