28 de junho de 2012

...de me deixar maluca...

Ixi que hoje tô naquela pegada suspiração plena!


Então que assim seja: tome Chico de golada ;)


25 de junho de 2012

Segura peão!

Olhe, do coração acho que não morro (pelo menos por enquanto). Muita coisa acontecendo sabia que estava parada demais a minha vida, deveria ter desconfiado e mudanças vão acontecer. Como administrar a ansiedade? 2 doses de cinema na sequência com aquele shake e pipoca. No intervalo uma morreção num fast food desses da vida. Nada dourado é claro!


E assisti na verdade filmes quase complementares #alokapensativa. O primeiro foi "Para sempre", que chorei horroressssss e qual a novidade?. Ele fala sobre uma mulher que sofreu um acidente de carro e perdeu a memória dos 5 anos antes, incluindo o casamento os votos mais bonitos do cinema sem dúvida que tinha muito amor e paixão. Baseado em uma história real, vale  a pena quando a alma não é pequena tentei mas não resisti a essa frase feita, rs e não adianta que não conto o final.


O segundo mexe as possibilidades. Um casal jovem que tem sempre tentações rondando. A dele é uma colega de trabalho, a dela é um antigo namorado/caso/amor que sempre aparece. Vale a pena também. Quer saber indico na sequência como assisti. Pra mim fez algum sentido ver os dois dessa forma. Tá certo que não penso como muita gente, mas...


Ficarei essa semana afastada daqui pois o bicho me pegou na facul, mas vou encarnar a miss spider mesmo odiando aranhas, me vestir de Anderson Silva e acabar com ele, deixa estar.


Depois volto com mais da minha pequena loucura. 


P.S.: O segundo filme se chama "Apenas uma noite" ;)

19 de junho de 2012

Olha a cobra! É mentira...

Pense numa família que AMA São João! Pois bem, deve ter imaginado que somos nós, e acertou.

Eu sou fã dessa época principalmente pelas gordoseimas: bolos de aipim, carimã, tapioca (com café hummmm) puba, fubá, milho verde, mingaus de milho, tapioca, amendoim cozido, milho cozido, assado na brasa...estou 'aguando'. Mas e o forró gente? Aquele negócio de tempo fresco e o corpo no corpo? Pense numa coisa boa é vem a baixaria delícia hehehehehe que esquenta? Dançar por horas a fio, pra quem gosta, só no licor.

Tá, deixa eu parar com isso de ficar narrando as delícias que diversas pessoas aqui devem estar cansadas e cansa??? de conhecer e vou ao que interessa.

"A fogueira está
queimando, em homenagem  a
São João...



Nossa pequena é doidinha por esta época filha de doida é 'doidinha' né? soltar fogos, fazer guerra comigo e com o pai de estalos, ficar com os olhos brilhando por conta do vulcão o que eu mais gosto, tapar os ouvidos por causa dos barulhos que ela odeia desde bebê.





...o forró já começou...





Este ano ela passou por um impasse na escola, o coleguinha que ia dançar com ela faltou e a pró a colocou para dançar com outra menina. Até aí tudo bem, mas quando soube que teria que fazer papel de menino o caldo entornou. Chegou em casa avisando que não ia dançar se fosse assim.






...vamos gente arrasta pé
 nesse salão..."

No dia da apresentação fui conversar com a pró antes que o negócio piorasse. No fim, Bia dançou com outro colega apresentação salva pelo gongo pois o par dele havia faltado. Para a nossa surpresa, quando terminou a apresentação da sala dela, a pró do 1º ano boa e velha alfa chegou e perguntou se tinha alguma menina espevitada que pudesse fazer par com um garoto que a menina também tinha faltado, e lá foi a forrozeira cumprir seu papel. Não tinha ensaiado mas fez bonito. Mostrou que é uma pé de forró nata.


Fofoca entre cumadres


Tá achando que se cansou? Nós né? Ela nada. De noite lá fomos nós pra mais um forró e ela queria ficar até o final da festa. E por enquanto é só, vamos ver se ainda tem mais festa por vir ;) 

10 de junho de 2012

?

Me peguei hoje fazendo as mesmas coisas que minha mãe fazia para mim quando morávamos juntas e sozinhas. Abri o domingo com cuscuz e ovos marido foi malhar, logo sobramos eu e Bia liguei a tv e assisti um programa de carros não, mami nunca gostou de carros como nem eu gosto, rs e agora estou aqui assistindo Viola minha Viola com a Inezita Barroso velhinha desde quando eu era criança e chamei a Bia para ver a cultura popular. Não, mami não me chamava para assistir, mas todos os domingos eram de música caipira pela casa e jornal espalhado pela sala. Não tenho o jornal, mas estou aqui escrevendo.

Essa rotina dominical me emocionou pois ano após ano estou perdendo amigos que deixam crianças pequenas que nunca terão esses momentos. Sinto tanto. São perdas dos meu pares. Acho injusto. Quando são pessoas mais velhas esperamos de alguma forma que isso vai acontecer. Mas quando são os nossos colegas e amigos...

Lembro quando estava no 2º grau e veio a notícia de um colega nosso que tinha sofrido um acidente de carro mas eu não tinha proximidade então não me abalou a ponto de sentir a perda. Alguns anos depois um amigo daquela época me ligou para avisar do falecimento de outro. Nosso amigo. A primeira vez que perdi um amigo. Alguns anos atrás um outro amigo foi tirado de nós violentamente. Deixou um filho pequeno e a esposa grávida.

Quando sentimento. Quantos amigos unidos naquele triste momento. Quantos de nós questionamos que nunca mais a nossa 'foto' ficaria completa

E de novo. A notícia chegou no meio de uma tarde preguiçosa e tranquila na hora não caiu a ficha do que tinha acontecido. Não podia ser, afinal o som do sorriso e os trejeitos ainda estavam tão vivos. E como estaria a esposa, a mãe do filho...e o filho? E o amigo

Depois que consegui entender o que tinha acontecido comecei a refletir muito sobre quantas vezes não dizemos o que queremos. Quantas vezes nos deixamos influenciar pelo que os outros querem para nós. E as relações que se perdem, se desgastam, se acabam muitas vezes por tão pouco. 

Já estava tentando relaxar mais nas relações com Bia, com marido, com família mas com esses baques a sensação de urgência é maior. Afinal tudo é tão efêmero. E uma coisa que não gostaria de viver é no arrependimento. 


Mas ainda assim tem que ser leve. 

Tulipa Ruiz - Efêmera 



8 de junho de 2012

HELPPPPP

Ahahahahaha sou a mais nova usuária de lava louças. Pense numa alegria? Mas primeiro vou contar o parto.

No meu aniversário eu ganhei a lava louças da mami brigaduuu. Aí como na internet é mais barata lá fui eu começar a saga. Entrei no site da fábrica  da Brastemp, pois queria uma menorzinha, afinal somos apenas 3 pessoas, etc. Comprei na data do meu aniversário e me deram o prazo até dia 29.05 mas...NADA! Isso mesmo, não chegou. Liguei para saber e...NADA! Mandaram que eu aguardasse pois em até 2 dias a transportadora ligaria. Me ligaram no outro dia inclusive para fazer o 'pós-venda', confirmando a entrega, imagine! 48h depois...NADA! Liguei novamente para saber e me deram o prazo de 7 de junho pois tinha tido um problema no trânsito do produto! Fiz minha reclamação no Reclame Aqui e uma funcionária entrou em contato com o prazo de 11 de junho. Decidimos cancelar, ninguém parecia de fato se importar com a minha compra, na verdade a vendedora e a pessoa que entrou em contato após a minha queixa no site foram atenciosas fora isso...  NADA! Após cancelar ainda me ligaram no outro dia para confirmar o prazo de 15 de junho!!! Finalmente resolvido e cancelado...como ganharia meu presente???

Nessa confusão comecei a olhar com mais calma as lava louças nas lojas presenciais e conversando com marido, vi que a anterior de 6 serviços não ia ser tão legal, justamente por não ser tão pequena assim e não ia ter como encaixá-la na minha cozinha? Colocá-la onde? Nessa busca achei a GE 9 serviços que fica em pé ok teria que reformular as coisas lá, mas... e caberia TUDO dentro! Comprei no dia 02 de junho e a previsão era dia 06.06 gente fiquei mega feliz, mas...NADA! Comecei a achar que era muito castigo, poxa tento comprar 2 lava louças e nenhuma chega? Reclamei com o IpirangaShop e me informaram que havia acontecido um problema no transporte e que em 5 dias úteis a logística da empresa entraria em contato, mas que durante esse prazo poderia chegar. Pedi uma data e a atendente disse que não poderia fazer isso pois não é a política da empresa faltar com um compromisso firmado. Ok! Me convenceu... Nisso veio o feriado e hoje no final da manhã eu estava lavando uma pilha de pratos para terminar o almoço e tcharãããã chegou!!!

Eu estava tão entretida e molhada e cansada lavando os pratos, que marido quem recebeu. Passado o almoço lá fomos nós. Começamos a conferir onde a lava louça ia caber abafa que  nenhum lugar rs eu já na terapia de desapego parame desfazer de uma peça plástica e tal, até que de repente pensei: ela pode desarmar dãããããã! resolvido, encaixa aqui, coloca ali, vira, empurra limpa tudo que tava bem sujo então coube. Reunião da família para arrumar os pratos, talheres, travessas e panelas lá dentro. Conseguimos! Bia abriu os trabalhos e algumas diversas horas depois fomos conferir. Pense numa mulher alegre!!! Euzinha. Agora eu e Help somos uma dupla. Mari cozinha e Help a salva - ahahahahahaha.

Já guardei tudo chega da gosto de arrumar tudo e coloquei a louça do jantar. Falta o de marido, depois dele Help vai trabalhar novamente! Uhuuuu 


3 de junho de 2012

Cromoterapia

Sabe uma coisa que tenho reparado? Que gosto muito de lilás, preto e branco na cozinha. Descobri isso meio acaso. Como quem começa a vida de trás pra frente não pode ter muita preferência de cores já que vai montando quando o dinheiro dá, como nós, primeiro Bia, depois o resto todo fica tudo muito colorido, digamos assim, rs. 

Comprei um tempo atrás umas bugigangas de cozinha muito úteis por sinal e só me dei conta que escolhi tudo lilás esses dias quando comecei a ver as cores da cozinha. Fiz uma cortininha para 'o buraco' embaixo da pia e ela é quadriculada rosa, como comecei enjoar dela pensei em que cor colocar ali e percebi o quanto gosto de algumas cores em determinados ambientes.


Branco no banheiro, vermelho com preto com branco no meu quarto, amarelo no home office, tons pastéis no quarto de Bia (deixa ela saber que acaba com a minha festa,rs), a cozinha também branca, com azulejos antigos que nem a cozinha da Katita do Pitéu :) e as cores dos utensílios que não fossem de inox, lilás, branco e preto. Amo azulejos antigos (lá vou eu de novo).

Bom, chega de devaneios com a casa. Durante a semana explico o porquê de estar assim com a cozinha.