28 de novembro de 2012

Nova onda

Nada de drogas, bebidas e afins, apenas sinto um otimismo extremamente incomum e não que eu não goste, apenas fico apreensiva, pois todas as vezes que sinto essa onda é porque algo não muito legal acontece depois.

Mas como não sou boba nem nada resolvi mudar e emanar essa energia para o universo papo cabeça geral aê e me surpreendi com a resposta. 

Algumas coisas muito em breve irão se resolver e com isso dar o encaminhamento para minha nossa vida. E de repente uma nova janelinha discreta se abriu e com ela uma possibilidade do tamanho do mundo. Mentalizei o que desejo, estou focando todas as minhas energias para que dê certo e pensando nos caminhos, caso vá de encontro.

Hoje num dos caminhos vi uma pessoa que representa muito, Kel rs, e a cumprimentei muito rápido, mas com ela a certeza de que estou fazendo a coisa certa. Canalizando a energia para o lugar certo. Como ela estava fora da rota  dela, creio sim em sinais e acredito que o melhor ainda está por vir!

Como disse MarcellaViva o otimismo!

20 de novembro de 2012

Pipoqueira

Ó já tive problemas de sobra com equipamentos eletroeletrônicos, eletrodomésticos e normalmente me irrito além da conta, mas dessa vez preciso compartilhar essa experiência.

Bia ganhou no natal do ano passado uma pipoqueira elétrica de minha mãe, aí quando foi em agosto ela parou de funcionar direito. Levei na assistência técnica Bedatec (Pituba, próximo ao Pãe e Mais) e então me avisaram, depois de 1 semana cumprindo o prazo, que a Arno entraria em contato para o ressarcimento, já que naquele momento não estavam produzindo mais o item.

Na correria entre Brasília e Salvador deixei passar, até que em outubro fui lá e o pessoal da assistência foi muito solícito, além de acreditarem que a Arno já tinha resolvido. Depois me ligaram e me orientaram a entrar em contato com a Arno, e assim o fiz. Depois de uns 10 dias a assistência me ligou para saber se tinha resolvido e expliquei que não. Eles entraram em contato com a Arno e me ligaram para saber se aceitaria outra pipoqueira de outra cor. Perguntei à dona, afinal eu sou apenas intermediária do processo. Bia aceitou, ufa!

Enfim chegou a pipoqueira e por pior que tenha sido a demora foi resolvido a contento. Afinal o que mais acontece é a assistência nos dar mais trabalho que resoluções.

Então fica a dica, se tiver algum aparelho que precise arrumar leve na BEDATEC. Eu já tinha feito outro serviço, particular, foi ótimo e o preço justo, agora então virei fã forever.






5 de novembro de 2012

ei, me espera...

Segura as pontas aí que tenho um projeto para esses 2 meses e não vai dar para postar sempre. 

Mas atenção: QUEM ME ABANDONAR VAI PAGAR...meu analista!

Antes de sair, você sabia que passar desodorante em aerosol (spray tsiiiii) entre as pernas (não tô falando de lá), nas popas da coxa (entende?) não deixa que elas assem quando estamos de vestido/saia? Não foi eu quem descobriu, mas minha linda prima de SP que esteve aqui em setembro e me contou...#amei e serve também para praia quando parece que sempre estamos úmidas sem trocadilhos por favor rs.


Smack e me aguarde!

4 de novembro de 2012

Continuo a mesma

Sim, sou piegas! Sim, sou brega! E muitas vezes me pego meio adolescente.

Sei que ficar saudosa ouvindo e cantando musiquinha deve ser insuportável até mesmo pensar na cena, mas essa sou EU! E tem mais, assumo tudo isso e mais um pouco. Ao contrário de muitos que me criticam por aí.

E outra, se eu fosse viver me preocupando com as críticas pseudo construtivas não ficaria bem nunca. Se é como me visto, o que gosto de ouvir, como crio minha cria, como sinto...

Se eu tivesse que me enquadrar nos padrões ditos ideais para mulheres maduras na faixa dos 30 estaria mais lascada que qualquer outra coisa. Nunca me encaixei em padrões. Desde pequena sempre fui a mais alta, a mais magra passado maravilhoso, a mais desbocada, a mais chamativa ou escandalosa que se F&¨%$M, a mais autêntica! Isso posso garantir. 

Enquanto muitas amigas me criticavam (sempre por trás porque mulher para abrir a boca e discutir comigo são poucas e as respeito por isso e acredito que por medo, não sei de que, rs), várias delas se corroíam de inveja. Seja de poder amar sem medir nada, seja por assumir o que faz e tocar o F%#@-SE

O que isso me vale/u? Muitas inimizades, certo. Pouquíssimos e bons amigos e a certeza de que cada vez que erro, o erro foi unicamente meu, e não do outro que influenciou a 'minha decisão'.

Pois vou continuar piegas, brega e muitas vezes escandalosa. Muita coisa o tempo melhorou, por que sei que incomodar assim é demais até para mim, mas a minha essência permanecerá para sempre. 

Então sempre que precisar de alguém para subir morro de joelhos, correr atrás de 'nada' e se enfiar no meio do mundo, pode contar comigo, pois também sou assim. Completamente dedicada aos meus. E isso faz com que meus poucos amigos sejam os bons e para tudo.