31 de dezembro de 2012

E para encerrar 2012

Temos cantado tanto essa música que a farei ecoar...

Se você vier
Pro que der e vier
Comigo...
Eu lhe prometo o sol
Se hoje o sol sair
Ou a chuva...
Se a chuva cair
Se você vier
Até onde a gente chegar
Numa praça
Na beira do mar
Num pedaço de qualquer lugar...
Nesse dia branco
Se branco ele for
Esse tanto
Esse canto de amor

Se você quiser e vier
Pro que der e vier
Comigo
Se você vier
Pro que der e vier
Comigo...
Eu lhe prometo o sol
Se hoje o sol sair
Ou a chuva...
Se a chuva cair
Se você vier
Até onde a gente chegar
Numa praça
Na beira do mar
Num pedaço de qualquer lugar...
E nesse dia branco
Se branco ele for
Esse canto
Esse tão grande amor
Grande amor...
Se você quiser e vier
Pro que der e vier
Comigo
Comigo, comigo...
Dia branco - Geraldo Azevedo

Enquanto uns dormem

Eu busco formas para resolver minha jornada para o próximo ano. Tanta coisa para acontecer que só o que me importa é que estaremos juntos. 

Não importa o que que teremos que fazer.
Não importa o que terá que ser deixado de fazer. 
Não importa o que não poderemos ter. 
Só me importa é que estaremos juntos.
E juntos estaremos ao raiar do sol e sob a luz da lua. 
Juntos construiremos nossos castelos e derrubaremos os muros que tentarem nos atrapalhar.
Nós somos uma família e juntos podemos tudo!


"...Todos juntos somos fortes
Somos flecha e somos arco
Todos nós no mesmo barco
Não há nada pra temer..."
Todos Juntos - Os Saltimbancos


27 de dezembro de 2012

Toc toc

2013 na porta e eu com a cabeça totalmente imersa em 2012. 

Foram tantos acontecimentos que não consigo enumerar quando penso sobre as vitórias e derrotas deste caminho. Derrotas de verdade foram poucas thanks GOD mas as provações foram e estão sendo inúmeras. 

Nessa hora minha esperança se abala. Quando tudo está correndo dentro do que planejei planejávamos, acontecem coisas para bagunçar o coreto. Ok! Minha fé continua a mesma, mas é que tenho que depositar a esperança nos outros, e são esses outros que me preocupam.

Nada de sou brasileira e não desisto nunca! É que cansa. Não digo pela virada mágica de reveillon e nosso cansaço inerente ao final do ano, mas sim da batalha diária. Dava pra trocar o leão por um gato do mato só dessa vez???

Meu coração é forte, isso eu já sei, afinal em 2012 foi mais ou menos assim: Virada de ano com dúvidas, dores e medos, cirurgia de emergência, mudança mais de emergência ainda, 4 meses de angústia e agora não saber o que vai ser? A pessoa aqui é dura na queda, rs.

Bom, não sei se vou escrever até a próxima semana, mas por enquanto e tá bom né? chega é isso. Qualquer mudança aviso aqui.


Que nossos guias intercedam por nós!






19 de dezembro de 2012

O que falta - retificado

Agora falta pouco. Algumas decisões foram tomadas e estou imensamente feliz e agradecida. Os detalhes estão sendo acertados. Continuo rezando para sair dessa etapa com tudo que nos é justo diferente de nos ser querido. E tenho fé, mesmo quando perco as esperanças de que tudo pode se ajeitar, a fé me move. 

Agradecimentos sempre serão poucos diante de tudo que fizeram por nós.

Carol e tia Flor, Mariana, família Martinez Marconi, Susy e MK, sogros, mãe...

Muitas pessoas participaram do processo, mas agradeço em especial aos que estiveram junto à Bia com o cuidado de cuidar. Derramei lágrimas na despedida. Onde Bia passa deixa sua marca, o retorno é sempre uma vibração positiva.

Com quem Bia estudou 'todos os dias': miss Sílvia, miss Ana e mister Ric 
Com quem Bia se descobriu musicalmente: professor José e professora Eliane
Com quem Bia teve a técnica do balé visivelmente aperfeiçoada: pró Lu
Com quem Bia aprendeu a nadar sozinha: prô Rodrigo

E especialmente quem nos apoiou e orientou nesses 4 últimos anos, e sempre estará nos apoiando, Dra Suely Lobo, ou como Bia a chama 'minha Ely'.

E como disse Raul: Sonho que se sonha só, é só um sonho que se sonha só. Mas sonho que se sonha junto é realidade.


13 de dezembro de 2012

Cabelo, sobrancelha e cia

Pra quem gosta de coisa de qualidade lá vão as dicas da Doida, que nessas horas o que mais tem é juízo!

Descobri um salão MARA em Vilas do Atlântico...não, não e não. Fique tranquila, o preço é justo e o trabalho é excelente. Na verdade é a cabeleireira e a manicure.  Sabe um lugar com pessoas de energia boa? Então é lá. Sabe um lugar com pessoas que sabem o que estão fazendo? Achou! 

Eu tenho um problema em cortar cabelo, pois normalmente cortam meu cabelo como se 'fosse liso'. Nem tente me dizer que não existe isso que existe sim. Fazem aquele fio reto ou sem a leveza que os cachos precisam e aí...não posso escrever mas F$%#@ mas com Rose o negócio deu certo. Cortei, pintei ruiva forever e fiz uma escova, meio incrédula que duraria mais de uma noite, considerando que já conheço minha juba. E estou aqui, com os bebelos escovados e lindos *-*. Jaci é uma manicure que respeita seu pedido. Peço que não tire as cutículas e limpe dos lados (mulher me entende) e ela assim o faz. Que bom que encontrei elas :-*

Agora tenho A DICA. 

Sobrancelha é algo extremamente delicado, literalmente. Eu tenho apenas limpado o excesso e deixado para ocasiões especiais para arrumá-las. E numa dessas de fazer depilação e pedir só para limpar me enfeiei. Mas tcharammmm tenho adoro a sensação de posse, rs uma pessoa que conheço a alguns anos, inclusive foi quem fez minha sobrancelha pela primeira vez e me salva sempre que 'bagaçam' a bichinha, Ana Maria! Ou melhor, Ana sempre fez a sobrancelha de mami, mas eu AMO o trabalho dela. Dessa vez mesmo ela transformou uma tragédia grega em obra barroca (ui que delícia, rs). Thanks Ana!

Quer saber onde encontrá-las?
Rose e Jaci no Beauty Parlor emVilas do Atlântico próximo ao Shopping Boulevard de Vilas. 
Ana Maria - Castelle (se acalme que não rola facada), Pituba.

Se quiserem os telefones me avisem!



10 de dezembro de 2012

Despencando

É assim que me sinto depois de tanto tempo em suspensão. As coisas por acontecer, acontecendo...decisões para um futuro próximo, e nem tão próximo. Escolhas a fazer...muitas escolhas.

E aí vou despencando e acordando para uma realidade que ainda não sei qual é/será. Desejando que tudo se resolva de acordo com as nossas necessidades.

Pegada musical que embala minha pesquisa: Tudo certo, por Luiza Possi.

"Calma, tenha calma..."

9 de dezembro de 2012

Música clássica para dançar!

Hoje 'conheci' a Neojibá e me encantei, o que é aquilo? Já havia assistido algumas peças pela internet e na tv, mas O QUE É AQUILO AO VIVO? 

Acompanho a repercussão desta iniciativa pois gosto de música clássica surpreendi? Fecha a boca é que estudei 1 ano de piano quando era pequena, o que infelizmente não pude continuar será que sou um talento perdido? rs mas me deixou o ouvido para esse estilo. E outra, preciso educar musicalmente a minha filha, não para ter o gosto refinado pejorativamente escrevendo e sim para ter bom gosto. Ela faz bateria, está aprendendo a ler partitura, e quero que tenha a opção de ver outros instrumentos e quem sabe optar por mais um ou trocar, sei lá. Quero é ampliar o leque de conhecimento dela. 

Mas voltando sobre quem vim escrever. A Neojibá é algo para ficar com a respiração presa aguardando o próximo movimento. O QUE É AQUILO? Vi um dos mais novos regentes, Yuri Azevedo com 21 anos, levar magnificamente bem uma ou duas orquestras (hoje apresentaram-se a Orquestra Sinfônica Juvenil 2 de julho e a Orquestra Castro Alves)...uma LOUCURA! 

Não existe líder sem pessoas para serem lideradas. 

Quando começaram a tocar me chamou atenção como os instrumentistas, em quase sua totalidade adolescentes, se mexiam nas cadeiras, não paravam quietos como que numa dança. Eu que já assisti a algumas outras orquestras nunca tinha visto isso. Eles incorporam o que estão tocando e com isso trazem uma leveza incrível às músicas.

Até que em uma das músicas eles começam a fazer uma dancinha e de repente alguns se levantam e dançam, daqui a pouco outros e de repente as orquestras inteira inclusive o maestro!?! Aí gamei de vez pela Neojibá! No final ainda fizeram uma gracinha saindo do palco tocando 'eu pensei que todo mundo fosse filho de papai noel...'. 

Neojibá seguirei, sempre que possível, vocês. E maestro Yuri, parabéns! 

Sem palavras para descrever profundamente o que aconteceu na Sala Principal do Teatro Castro Alves nesta manhã de domingo, muito obrigada!

Quer saber mais sobre a Neojibá? Clica no aqui e aqui





8 de dezembro de 2012

Já que tem que pagar, rola desconto?

Então ideia lançada: já que vão cobrar estacionamento nos shoppings de Salvador, que façam um consumo/hora para isentar e/ou abater no valor total. 

Só vou ao shopping quando vou consumir então pagar 2x é no mínimo uma sacanagem para não usar as palavras mega ofensivas que pensei. E sim, sei que shoppings no resto do país cobram, mas quando não têm uma política de descontos, têm fidelidades etc. E sim, sei que nem todos, mas aí fica a critério de quem vai aos shoppings escolher qual quer ir, ou pagar menos estacionamento.

Não vou entrar no debate de que merecemos transporte público de qualidade, que isso é obrigação municipal, mas...

Façamos a conta:
Se, leu bem se, colocaram o valor de R$ 3 a primeira hora + R$ 1,50 horas ou frações adicionais teremos gasto para assistir um filme infantil  aproximadamente R$ 4,50. É pouco? Depende do ponto de vista. Esses R$ 4,50 poderiam ser do lanche, o copão de pão de queijo que minha filha ADORA. Vai ter que rodar algum consumo que faríamos. Aqui a conta não é 'vamos gastar mais tanto então' e sim, 'como podemos diminuir essa conta'.

Logo, se pensarmos assim os lojistas também vão perder, apesar de todo apelo consumista existente e dos descontrolados por aí. Não me importo de pagar estacionamento, sempre tento fazer isso quando vou a outros lugares, mas no templo do consumo não ter nem um descontinho é F%$#*@.

Campanha lançada então:
Desconto e/ou isenção com cálculo de consumo/hora nos estacionamentos dos shoppings de Salvador!

P.S.: Será que agora irão respeitar as vagas de deficientes e idosos? #ironiamodeon

6 de dezembro de 2012

O pouco basta

Eu nunca achei que poderia viver com pouca coisa. Poucas roupas têm me bastado nesses 4 meses. O que era uma necessidade por conta de espaço se tornou meu aliado para o futuro em breve e me fez repensar a necessidade de ter tantas opções.

Provavelmente não poderei levar tudo o que tenho, mas entendo que 1 dúzia de roupas me bastam, claro que tem as que não abro mão, como os vestidos com cores e modelos diferentes e os sapatos. Os sapatos e bolsas, desses não abro mão mesmo. 

Hoje abro uma possibilidade interessante para mim, que é a de manter provavelmente metade do que tenho lembrando sempre de excluir dessa conta meus sapatos e minhas bolsas e conseguirei ser feliz do mesmo jeito.

Como minhas roupas agora cabem em mim direito, afinal se foram 10kg  ok ainda faltam outros tantos, mas este ano foi muito atípico na minha vida liberaê dá pra ter a exata noção do que tenho por que cabia e do que gosto de verdade. Isso mesmo que você leu, cheguei num momento que escolhia o que cabia e não o que gostava de fato.

Ainda vou fazer a conta de quantas roupas realmente preciso ter no guarda-roupa (ou mochila, rs) para ficar bem. Acredito que quando terminar de emagrecer o que falta sem pressão please a minha lista de roupas necessárias deve aumentar, mas até lá 2 calças e 1 bermuda jeans, 1 bermuda de alfaiataria, 1 calça preta confortável e 1 saia jeans estão dando certo com umas 6 a 8 camisetas/baby look e meus vestidos.

Isso vai ser ótimo para tirar o peso das malas




3 de dezembro de 2012

Ai se eu pudesse...

Juro que se eu falasse/escrevesse tudinho que penso ia ter muito menos amigos que tenho. Se eu fosse criticar cada atitude e postagens no FB então, sem comentários ia ficar praticamente sozinha como se isso fosse difícil heheheheMas não, tento fazer a linha amiga, daquelas que calam para não falar demais. 

Tenho minhas incoerências, meus problemas, minhas dificuldades, mas eu tento manter a minha linha. Sem exageros partindo de mim é quase impossível demais

E quer saber? Tenho dito! emprestado de Medrado rs