29 de abril de 2013

Retroceder para avançar e conquistar

Muitas vezes penso sobre alguns problemas e não me pergunto como cheguei a determinadas situações. Não adianta, só vou esquentar a cabeça ao invés de buscar soluções.


Estabeleci alguns caminhos para resolvê-los, e assim o farei faremos para consertar e prevenir maiores no futuro. Enquanto isso algumas metas ficarão em segundo plano, mas não morrerei por isso e nem por outras coisas que ficarão. É isso aí, um dia de cada vez e a vida vai seguindo seu curso, contendo algumas das emoções pois aí é que mora o perigo. Nos empolgamos e quando prestamos atenção... já metemos os pés pelas mãos e já foi.

O medo é do outro lado não receber bem o que temos que falar. A reação. 

Mas e daí? Não tem que ser dito? Então que assim seja. Eu nunca tive problemas em administrar as reações do outro.

Me lembro na adolescência quando aprendi que o máximo era um não. E até hoje penso assim. Ao invés de ficar enfiando caraminholas nas ideias (vamos combinar que mulher já gosta né? Independente do assunto.) tem que falar para saber o que/como vai ser. Não adianta tentarmos prever tudo. 

E se não houver reação? Aí é só correr pro abraço e ser feliz!


23 de abril de 2013

É proibido

Mari você está descuidada leia-se feia
hãrã
Mari você não emagreceu mais, desistiu?
hãrã
Mari sua casa está uma bagunça!
hãrã
Mari sua casa não está tão limpa!
hãrã
Mari você não sente saudade?
hãrã
Mari sua roupa está amassada!
hãrã
Mari tem que pintar o cabelo!
hãrã
Mari tem que fazer uma comida melhor!
hãrã
Mari você ainda vai continuar com o blog?
hãrã
Mari você está me ouvindo?
hãrã
Mari você não se preocupa com nada?
NÃO!

Está todo mundo proibido de tentar me culpar, cobrar, insinuar qualquer coisa este semestre. Até minha saúde já está proibida de dar pití.

Tenho um artigo para entregar daqui a menos de mês em pleno inferno astral balzaquiano, eu mereço! para conseguir formar ainda este semestre!
Tenho 4 matérias que exigem que pelo menos eu faça prova, e se eu perder eu não formo.
Tenho uma família que vai ter que ir do jeito que der este semestre.
Tenho uma casa para cuidar e não vai estar um brinco de arrumada tá terrível, e tento não me incomodar além do limite e muito menos um primor de limpeza apenas o necessário pra não dar bichos, fora Nero, e nem ficar podre, óbvio.

Então já entenderam né? Eu não sei escrever com delicadeza suficiente para pedir que me compreendam mais que o normal só mais este semestre por favor! e que ninguém me peça nada além do que estiver bem ao meu alcance, traduzindo, que seja muito fácil.

Egoísta? Sim! Mas pelo menos não engano ninguém. Mas ruim eu não sou! Isso ninguém vai poder dizer de mim jamais! Sempre faço o que posso e muitas vezes o que não posso para ajudar, agradar, etc. Mas dessa vez não! Não posso adiar isso mais! Não aguento!

Quando terminar tudo isso vou conversar com calma no face, responder e-mail's com maior atenção, cuidar da saúde...

Se alguém ficar sentido/magoado não leve para o lado pessoal, como diria um professor carrasco que tive em Salvador 'são apenas negócios'.





18 de abril de 2013

Cansei do meu silêncio

Leia se quiser, pois aqui vão opiniões pessoais sobre os temas que têm tomado conta das redes sociais e mídias em geral. Não é uma agressão a ninguém, mas preciso opinar, libertar meus pensamentos. Como estou cansada de discussões infrutíferas, e extenuantes, aqui eu darei meu pitaco e ninguém tem nada com isso!

Eu sou a favor da redução da maioridade penal!

Não me venham com o discurso de que são jovens indefesos dentro de uma sociedade capitalista e opressora pois é assim em diversos lugares do mundo e nem por isso se têm notícias tão escabrosas como as que vemos diariamente por aqui. Então quer dizer que um adolescente de 16 anos tem o direito de matar, estuprar, roubar, só porque foi desassistido pelo Estado?

Então coloquemos nos mesmos termos, eu sou revoltada porque não pude fazer parte de diversos programas sociais (educação/esporte) pois sempre fui 'amarelinha' e não preta, mesmo sendo filha de uma, mesmo morando em bairro popular (adooooro esses termos para esconder a pobreza). E aí? Nunca roubei nem matei ninguém. Pronto! O Estado me desassistiu! E agora? Tenho (ou tive) direito a fazer o que? 

Mas quando o adolescente resolve fazer sexo, aí ele é grande o suficiente para entender que não deve engravidar, deve se proteger...vamos parar com nhenhenhem tá? Com 12 anos um pré-adolescente sabe o que é certo e o que é errado. Sabe que se enfiar o dedo na tomada dá choque e que se atravessar sem olhar pode ser atropelado.  E chega desse assunto pra mim!

Não acho nenhuma desgraça, acho bem tardio isso sim, as domésticas terem seus direitos equiparados aos demais celetistas

Vai aprender a lavar seu vaso que você mesmo cagou! Ou como li mas e como vou pagar se o que ganho não é o suficiente? Deixe de tomar sua cerveja num fim de semana. Ao invés de comprar uma roupa de marca pra ir para uma festa reutilize a que está no armário. Ou então se o outro ser humano não tem direitos, voltemos à escravidão logo! Afinal, se eu quero ter o luxo de ter uma empregada e não posso pagar, mas quero que ela continue com sua condição sub humana, voltemos ao passado onde alguns tinham direitos e o resto era resto.

Ah mas não tenho como pagar uma creche boa para meus filhos... Se vire! Venda o carro... Optei por não trabalhar não por luxo, mas por passar por uma discussão parecida em casa. Fizemos as contas de quanto sairia contratar alguém (isso bemmm antes da PEC 66/12), colocar numa escola integral ou ficar em casa. Óbvio que saiu mais em conta (pelo que pagam por aí de salário...) ficar em casa. Mas aí ninguém quem abrir mão de sair do trabalho pois mulher tem que ser independente e homem não fica em casa (sem tecer comentários por favor...). E eu continuo sendo independente mesmo amarido pagando minha unha. A minha família depende mais de mim que eu dela.

Bolsonaro, Feliciano, Joelma e os cambau não me dizem nada

Acho que já deu né? Calma, nada de deu naquele sentido. Vou escrever sobre o que tenho visto no facebook. Repúdio de um lado, que para mim faz muito sentido, e uma visão turva de outro, com vários amigos/conhecidos postando apoio aos citados.

Vamos lá galerinha, senta aí que vou desenhar:
Ninguém quer ditadura nenhuma. Seja gay, militar, evangélica, heterossexual... 
As pessoas só querem exercitar o direito de serem livres como está na nossa Constituição!
A família não está em risco e muito menos a procriação! Família são pessoas que se querem bem e se reúnem para ser feliz! E não me diz respeito se é entre homos ou héteros! Eu sei com quem EU durmo todas as noites. 

Ser negro, branco, amarelo, judeu, católico, evangélico, umbandista (o/), homo ou hétero não vai mudar em nada seu CPF, seu IRPF, seu IPVA, seu IPTU e todos os outros números que temos. Seu cartão vai continuar cobrando a conta do que você gasta e não pergunta nunca qual a sua opção sexual ou a sua cor. Por falar nisso, seu gerente do banco sabe com quem você passa suas noites insones? E a Receita Federal já ligou para te dar a preferência na restituição por conta de sua orientação religiosa?

Para mim essas discussões estão sem sentido e já passaram do limite do bom senso. Os empregados domésticos são empregados. Os seres humanos são iguais seja lá qual buraco preferir... E os Felicianos, Bolsonaros, Joelmas e afins não me me dizem nada!

Tenho dito!



16 de abril de 2013

Artigo? Hein?

Como assim? Não sei nem por onde começar!!! Só sei escrever aqui e olhe lá, que aqui é minha casa então mando e desmando e só fiz um artigo uma vez, sei lá quando mas a memória é boa o suficiente para não esquecer que já fiz.

Como desenvolver um tema em 10 dias? Ou pra ser mais exata, para ontem, já que o professor pediu para enviar o desenvolvimento hein?. Eu tenho um tema, na área da EcoSol, mas e quem disse que o professor sabe alguma coisa do assunto? E quem disse que ele quer aceitar? Eu não sei mais nada na área de ADM. Tá, entendo um pouco da parte trabalhista, mas prefiro escrever sobre algo que 'domino' e que me faz feliz começou a loucura!.

E como envolver ADM e EcoSol sem cair no óbvio que a EcoSol não trata da mesma forma que a ADM a relação de trabalho, opa surgiu uma frase, anota...
Como descrever a gestão na EcoSol sem estabelecer a hierarquia obrigatória da ADM mais uma, assim termino logo, vou continuar treinando aqui.

Tenho uns 5 livros aqui que podem me auxiliar na bibliografia tratando da Ecosol já que aqui nas 3 lagoas ainda não tem nada à respeito.

Tá, já tenho algumas ideias. Acho que vim escrever aqui pra fazer o pensamento fluir e definir os objetivos...acho que foi!

14 de abril de 2013

Só faltam 30, e agora?

Agora?! Não posso mais fazer nada!

Passaram-se 29 anos e 11 meses e agora penso no que fazer em 30 dias? 

Agora é só relaxar e continuar focada nos próximos 29 anos e 11 meses que virão.

Eu que acreditava que estaria formada e trabalhando numa grande empresa me vejo formanda e doidadecasa

Nunca me imaginei com uma família, e cá estou com amarido, filha e cachorro me superei neste último item, isso sim sempre foi impensável.

Jamais, nem nos meus piores pesadelos, pensei, cogitei ou qualquer coisa do tipo, morar numa cidade pequena, pensava em voltar para Sampa.

Acreditava que já teria atravessado a fronteira pelo menos uma vez ao ano coisa que minha filha já fez.

Pensava que não teria preocupação com grana, que teria o carro do ano e meu cartão seria platinum. Sem esquecer claro que já estaria no financiamento  da minha casa.

Nunca me imaginei preocupada tanto com o meio ambiente e com os outros, e me apaixonei pela Economia Solidária.

Não pensava em seguir alguém. Em me importar com mais alguém's. Em morar em casa e ir à pé na padaria. Em levar o cachorro para passear na praça. Em me tornar escoteira depois conto os detalhes para ter mais uma atividade legal com uma criança que é minha.

O que perdi em 29 anos e 11 meses? Não sei! Nunca saberei! Mas sei o que ganhei:

Amig@s para todo o sempre seja em Salvador, Aracajú, Brasília, Nova Iorque, São Bernardo dos Campos, São Paulo. e sei que posso contar com eles na hora que precisar e a recíproca é verdadeira.
Um companheiro para todas boas ou ruins, ótimas ou péssimas. Na alegria ou na tristeza, na saúde ou na doença (ôôô), na pobreza ou na riqueza horas. 
Uma filha que não me acorda aos domingos pois sabe o quanto estou cansada da semana apesar de no domingo ainda lavarmos a casa, darmos banho no cachorro, lavarmos o carro....

E quer saber? Quando todo mundo diz que melhoramos com o tempo é a maior verdade. Com 20 eu jamais poderia saber o que sei hoje com 30 anos incompletos como disse amarido de manhã. Já não sou tão magra ok 14kg a menos, mas ainda falta mais um bocado mas estou muito mais gostosa kkkkkkkkkkkkkkkk assim como um bom vinho!

7 de abril de 2013

Pão delícia

Óvou te dizer, se tem algo que na culinária que representa bem demais a Bahia é o pão delícia. E tô eu na labuta tentando aprender quem mandou não ficar com tia Dete enquanto ela preparava? Só queria saber de aparece na cozinha quando ela apertava as bolinhas para modelar ou quando o forno cheirava que não tá fácil.

Já fucei tudo quanto é site, mas me atenho sempre ao da Katita de quem sou fã apesar de nunca ter provado nem uma água saída das mãos dela. Isso porque morava perto, agora que estou jhou do outro lado do país é que vai complicar mais. Lá dela já fiz mugunzá, bolos...hummm!

Sou teimosa. Sou chata. E mais persistente que imaginam. Vou tentar, tentar e de algum jeito esse pão vai ter que ser delícia. Fiz um que ficou uma kaka a massa. O segundo ficou pão quase delícia. Esse terceiro...bem esse terceiro foi com a receita da Elíbia Portela, no Pitéu da Katita (link lá em cima), a cara da culinária na tv lá na Bahia e ficou digamos honesto para nós aqui em casa honesto é quando não é bemmm aquilo rs

Mas vou persistir até conseguir. Não será um pão delícia ou uma tábua com 40/60 que irá me vencer!

Tenho dito!





2 de abril de 2013

Quando se tem

Uma formatura pela frente mas bem nas fuças mesmo, uma filha em pleno desenvolvimento o que significa horas de conversas cabeça, um marido que passa em casa e um cachorro filhote chamo ele de papaloko que mais que pode se querer???

Um belo inferno astral de Balzac pela frente...tá bom né?

1 de abril de 2013

Eu prometo...

Prometo que serei uma pessoa mais evoluída seja lá o que isso signifique

Prometo que cumprirei à risca a dieta

Prometo que farei exercícios com total regularidade

Prometo que me esforçarei em ser menos crítica e mais amável

Prometo terminar tudo o que começo comecei

Prometo não me estressar com tudo 

Prometo ser mais tolerante com a dificuldade alheia

Prometo não reclamar mais todas as horas do dia

A vantagem de prometer hoje e não no primeiro dia do ano é que as cobranças serão mais brandas e até mais justas.

Mas prometo principalmente que quando este dia da mentira acabar muitas dessas coisas serão sim promessas a serem cumpridas.