31 de maio de 2013

Parafusa que fica bom

Sempre digo que 'miséria pouca é bobagem'. E pra quem acha que tava fácil, agora então nem te conto.

Conto sim que não tenho problema com isso. Já despachei um belo ebó pra melhorar as coisas e bloquear os invejosos e vou seguindo bem. Deixa eu contar.

Quebrei literalmente o tornozelo. Explico. Fui pegar da boca de Nero algo que ele pegou e pimba! Me desequilibrei e caí. Não posso dizer que senti dor na hora, que não senti. Mas pelo que vi, o pé indo para trás, eu tinha certeza que tinha quebrado. Me arrastei novamente literalmente, infelizmente até minha bolsa, peguei o celular e liguei para meu anjo da guarda aqui em Três Lagoas que se chama Krisna nome sugestivo para anja né? e pedi que buscasse Bia na escola e expliquei o que tinha acontecido, a mãe loka pensa primeiro na filha. Depois liguei para marido, que estava em Campo Grande, e avisei o que tinha acontecido. Aí sim, liguei para o SAMU e pedi socorro. Me arrastei até a porta da garagem e fiquei esperando.

Fui muito bem socorrida. Apareceu a Krisna, um colega do marido (que a essa altura já estava vindo), o SAMU e meus vizinhos (que segurou Nero,pois o danado queria morder o rapaz do SAMU thanks sr Antônio) e lá fui eu imobilizada, comendo uma dor da zorra!

Quando cheguei no hospital público foi um quiprocó

Espera, vai pro médico e ele apertava meu pé e perguntava se estou sentindo dor. As palavras dele enquanto eu não conseguia nem respirar foram: olhe pra mim, você sente alguma coisa? Pare de chorar, você está sentindo dor?

NÃOOOOO, IMAGINAAAA! Fui pra lá de SAMU atrapalhando algo 'mais importante', liguei pra minha amiga pegar Bia na escola, tirei meu marido de um treinamento só porque queria passear no hospital PÚBLICO ainda por cima pois estava entediada na segunda de manhã...só por isso! Tenha dó! 

Espera, faz raio X, espera, o médico manda ir fazer outro raio X e me colocar na a observação pois ele ai almoçar e mandou colocar a tala.  Eu implorei ao André sem óculos eram 2 André na sala de ortopedia, pessoas ótimas, thanks God! para não colocar, pois quando o médico voltasse e fosse ver o raio X ele ia querer mexer de novo no meu pé e eu não sou sacana pra aguentar dor de graça. Nessa do segundo raio X fui levada por um outro auxiliar de enfermagem sádico, tenho certeza! Ele não puxava a maca, ele ia serpenteando com ela e eu gritando de dor detesto fazer escândalo, mas quando sinto dor não me importo em berrar!  e o infeliz com um sorrisinho escroto tem nada não miserável, a terra é redonda!

Algum tempo depois marido chegou vindo de 300km, isso mesmo nada de médico. 

Quando médico apareceu mais tranquilo depois que encheu o bucho conversou com marido e avisou que eu faria cirurgia dali uns 10 dias pois tem que marcar pelo SUS e não tem vaga etc,etc. Oi? Bateu o desespero. Eu só conseguia pensar na minha faculdade, na minha filha, na minha casa, no meu cachorro e no meu marido. O que eu ia fazer da vida?

Apesar de todo o desespero e dores que sentia, eu até aquele momento já tinha ligado para o plano de saúde lá da terrinha explicado a situação e pensava em todas as alternativas para não parar a minha vida. Já tinha programado mandar Nero para o pethotel, Bia ia de van para escola e mudar de turno para facilitar, eu ia remarcar as provas, mandei e-mail para meu orientador pois não poderia apresentar o TCC na data prevista...e a mente não parava um segundo. Mas cirurgia? Isso ainda não tinha entrado na lista.

Chorei como a muito tempo não chorava. Mas coloque muito tempo nisso. Sabe quando se é adolescente e chora por mais um amor perdido? Parece que o mundo vai acabar né? Então, foi pior! Creia.

Mas meu pragmatismo não me deixa na mão entre uma lágrima e outra eu decidi operar em Araçatuba aqui nem pagando muito e bem ou Prudente, marido ia dar um jeito no trabalho e tudo aquilo que pensei anteriormente ia funcionar. Mas não. Araçatuba e Prudente não tem ortopedista pelo meu plano  para operar. 

Caiu a ficha, não tinha jeito, Salvador era a única solução possível. Cella conseguiu marcar médico pra mim e comprei as passagens para chegar a tempo lá. Meu orientador me respondeu que posso entrar num regime especial e formar ainda este ano sem me prejudicar tanto. Fui me acalmando.

Minha frieza em resolver as coisas me ajudou e muito. Não é a primeira vez que tenho que tomar decisões complicadas durante uma crise e consigo resolver bem. Marido diz que trabalho bem sob pressão

Ainda bem! Já pensou se eu não tivesse me preocupado com tudo? Ia ficar alimentando  mais sofrimento à toa. E se tiver mesmo que parafusar? Vamos lá ter que passar por detector de metal todas as vezes que entrar no banco. 

E sim: pior continua sendo na guerra!







28 de maio de 2013

Esse é pra você!

Pra você que dedica seu tempo lendo este blog e mandando suas energias negativas. Obrigada te retribuo sempre desejando em dobro, foram entregues. E quer saber? Ainda assim não vou desistir de nada. 

Ficou mais difícil? Sim, com certeza! Mas já dei meu jeito e achei outra solução. Nem pense que ficar daí de longe vai fazer você escapar do que emana. Você só dá o que tem. No seu caso só energia ruim e pensamentos negativos. Boa sorte, você deve precisar mais que eu, com certeza de pena e oração. 

E aos que gostam de nós, é só mais uma tempestade, ela vai passar.



Meu São Jorge não me abandona! O cavalo pode ser alto, mas a queda foi branda.

"Eu andarei vestido e armado com as armas de São Jorge para que meus inimigos, tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me vejam, e nem em pensamentos eles possam me fazer mal. Armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrem sem o meu corpo tocar, cordas e correntes se arrebentem sem o meu corpo amarrar."

26 de maio de 2013

Comecei

Muitas vezes faço isso. Começo a escrever aí não dá tempo de terminar, a internet cai, tenho outras coisas a fazer e desisto daquele post.

Dessa vez foi assim também. Ia reclamar só pra variar mas desisti de escrever exclusivamente sobre minhas agonias. Acho que todo mundo já sabe né?

Mas vamos combinar que tá duro? Pra completar deu carrapato aqui, aí banho e pethotel no cachorro que estava doente na semana anterior tira tudo, desinsetiza a casa, arruma, limpa...affffffff.

Termino de escrever o TCC, mando para o professor e...sabe aquele som de grilo que dá nos filmes depois de um longo tempo de espera? Me sinto assim. Depois abro o relatório final de estágio e...pra onde mesmo? Fui olhar os fóruns para responder aí uma benção de um professor coloca 16 questões!?! Ele com certeza deve achar que só existe a matéria dele. E para minha surpresa marcam a data da apresentação do TCC para o período de prova final alouuu não pretendo ir para a final sendo que preciso rodar 300km, pagar combustível e hotel Bia adora essa parte, claro pois o polo é longe pacas. Peço uma exceção e...som do grilo de novo por favor produção!


Reservo hotel, desmarco reserva, reservo de novo de outra forma, faço 3 tipos de reservas diferentes para o mesmo período considerando todas as variáveis...affffffffff

De repente deitamos todos na minha cama e olho para o lado. Susto! Parede megaultrasuperplus rachada. Levanto assustada e vou escrever para o dono da casa e comecei a olhar outras para alugar, óbvio! 

Abro um portal de notícias para ler uma coisa relacionada ao trabalho de marido e de repente uma luz no fim do túnel. Um concurso muito a minha cara, muito dentro do que sei e que pode muito resolver muita coisa,rs...lá vou eu de novo.

Mas como estão as coisas? Ah, tudo bem, tranquilo! Quer trocar? Guenta?

É aquilo de como encaramos as coisas. A professora de Bia já viu que tô meio doida, e me disse que se eu não surtar este semestre, estou salva eu também acredito nisso,rs.

Estou tentando manter a mente quieta, espinha ereta e o coração tranquilo. Só preciso me atentar para minha saúde. Sinto que se eu não voltar para a dieta ontem vou ter problemas ok, assumo que ando abusando,rs mas está tudo bem antes que me perguntem por .

Chega né? Tchau!

21 de maio de 2013

Aiiiiiii

Tá duro! Muito! Mas tenho que aguentar!

Faculdade terminando, relatóriooooos para entregar, fóruns para responder e só tenho mais 2 dias e 4 matérias (ou 5? esqueci, xiii), TCC para apresentar...

Deu carrapato...para tudo, tira o cachorro, limpa, limpa, dedetiza, limpa, arruma.

Filha começou com as alergias, remédio 3x ao dia, limpa o nariz, coloca o umidificador para funcionar, limpa de manhã, limpa o quarto, lava as roupas, limpa os brinquedos.

Para para escrever, respira com as pernas para cima e corre para buscar a criança pra começar um novo turno...





15 de maio de 2013

Pelos olhos de alguém

Desde ontem pensei em escrever para agradecer nem que fosse a lembrança, que para mim vale muito, até mais que forçosos parabéns! Mas o cansaço agora sou Balzaquiana, sente o drama me venceu e quando menos esperei já estava nos braços de Morfeu!

Ainda bem que não deu tempo.

Sou grata aos pensamentos positivos mas em especial a uma amiga e sua família que veio no pacote junto com o marido e que fez um retrato meu Me enxergar pelos olhos alheios me fez ter a certeza do quanto vale a pena cada esforço e me deu mais gás. Obrigada! Você é muito especial! 

Tinha escrito muito, mas apaguei e me dê licença viu Cella? vou reproduzir o texto dela, já que só consegui ler uma vez e chorar todas as vezes que pensei em reler.

Eu por: Marcella Marconi do Palavrinha e Palavrão: apenas palavras não bastam


"Presente de aniversário!A postagem era para ter saído ontem, mas acabei me atrapalhando e não mandei, então lá vai.Hoje é para ler em ritmo de "parabéns pra você, nesta data querida", ok? Porque aqui vão minhas maiores felicitações para uma pessoa que sempre procurou demonstrar coragem, mesmo quando estava apavorada e sem rumo; que nunca se negou a ajudar alguém que precisasse dela, seja com palavras, seja com ações; que aceitou opiniões e conselhos mesmo quando as pessoas não faziam ideia do que ela estava passando ou sentindo; que foi uma rocha ainda que estivesse corroída de saudade; que fez de tudo para que alguns meses passassem mais rápido e menos sofridos do que estavam passando; que abriu mão de muita coisa em busca de uma vida melhor; que aceitou outras tantas para que essa vida melhor fosse possível; que está longe fisicamente e até virtualmente, porque ela também tem uma meta; que aceitou ceder em várias coisas, o que para ela pode ser bem difícil; que, desde quando eu conheci, mudou muito e ainda está mudando e, na minha opinião, se é que isso vale alguma coisa, mudou para  melhor. Então, eu desejo a essa pessoa uma vida inteira de oportunidades, porque só precisamos delas para fazerem as coisas acontecerem. E se as oportunidades não aparecerem por si só, que ela tenha a força e a criatividade de criá-las. Que ela nunca perca o desejo; de viver, de superar, de se reinventar. Que não tenha medo de mudar se for preciso: de casa, de cidade, de estado, de convicções. E que jamais perca de vista a noção de que a vida é o nosso maior presente, é a nossa maior tela em branco. Podemos nem sempre ter as tintas que queremos, mas somos nós que escolhemos o que vamos pintar.Beijos enormes!!! E lembre-se: os 30 são os novos 20!!!"

Beijo no fundo do seu coração! 
Obrigada por ser sempre tão presente em nossas vidas!

11 de maio de 2013

E aí quando você se pega...

Já tá com o pãozinho delícia no forno, com a casa quase arrumada,  com flores que ganhou de surpresa por uma data que teima em se aproximar e com planos até à noite!

E quando menos espera já é a hora do almoço. E ele está pronto dehoujeee basta esquentar.

E mais tarde tem visita a uma casa de idosos. Vai ser a primeira vez da pequena. Não lembro com quantos anos fui a primeira vez, mas fui dezenas, centenas ou quiçá milhares de vezes em asilos acompanhar minha mãe que fazia uma trabalho voluntário de levar muita alegria àqueles de quem alguém(ns) esqueceu(ram)!

Hoje será com o Guaicurus, o nosso Grupo Escoteiro e aí resolvi fazer pão delícia! Quer algo que represente mais carinho que pão delícia? Na Bahia ele está presente em TODAS as festas e celebrações. Fiz muita questão de fazê-lo e já está começando a cheirar.

E ainda chegará hoje uma visita para comemorar conosco o dia das mães e o seu dia de mãe.






Até Nero tá tomando banho!!!
Tomara que eles se entendam bem.









E já tirei os pãezinhos do forno (ficaram pãezões,rs, tô tentando, juroooo!) e vou ver o almoço...inté

3 de maio de 2013

sem título

Muita coisa acontecendo ao mesmo tempo me deixa zonza. Em alguns momentos paro para pensar e as emoções se definem.

Angústia pelas possibilidades que se apresentam e que não posso controlar. O medo do esquecimento, da substituição pela falta de afeto, carinho. 

É maior que eu, não consigo controlar!

Mas tantas coisas para ser decidido e resolvido que sinto sem sentir. Finjo que está tudo dentro do controle que controle se ele não existe?.
Eu já sabia que isso ia acontecer, só não queria acreditar que seria pra ontem e neste momento.

1 mês, 2 meses, 3 meses...por quanto tempo se dará essa distância? Agora é mais que diferente. Antes nos víamos, sabíamos que estávamos a um aeroporto de distância. Mas e agora???

Nada a fazer a não ser esperar, aguardar e todos os outros sinônimos.

Parafraseando Renato Russo: é dor que desatina sem doer!