15 de junho de 2015

Sobre a nova descoberta

'Dos 18 pontos de dor é necessário ter 11 para ser diagnosticada com fibromialgia Mariana. Você tem os 18.'.  Fala do reumatologista que está me tratando. Antes dele foram dúzias de médicos e analgésicos, todos sem resultado. Até que minha querida amiga fibromiálgica enfa Thata me deu uma luz, já procurou um reumato? Aí na massagem como outra querida amiga que se tornará fisio ainda esse semestre, Rose, Mari você deve ter fibro, procura um reumato. E a minha profi de Pilates, educadora física, e amiga pra variar rs não é possível guria, você precisa ir num reumatologista pra ver se essas dores não são fibromialgia, tenho alunos que tem as mesmas dores. Não pode ficar assim...

Dói, muito. Muitas vezes me olham e pensam que deve ser 'frescura'. Não é incapacitante será?,  é uma síndrome. Se algum dia vou me curar? Não sei e isso dói mais fundo. 'Não tem cura, apenas controle' li em algum lugar. 

Viver cada dia como um é quase impossível pra mim, gosto de planejar o futuro. 

'Geralmente pessoas perfeccionistas, ansiosas...'. Sim doutor, eu tento ser muito boa em tudo que faço e se não posso é uma grande dificuldade abrir mão sem tentar até o último instante. Quando desisto de algo é como se estivesse uma ferida profunda que não cicatriza, fica ali latejando pra lembrar que errei, que desisti - mais uma vez.

'Você nunca termina nada que começa!' JAMAIS repita isso constantemente para alguém. Isso pode não magoar, ou parecer que não. Cada um sabe seu limite. Às vezes precisamos ouvir algo assim pra receber um empurrão pra continuar. Mas não insista. Evite que outro tenha essa síndrome. Algumas suspeitas de início da fibro é após eventos graves (psicológicos, físicos).

O que eu sinto? Dor. Dor no corpo todo o tempo todo. Insônia/mal dormir. Irritabilidade por causa da dor. Dores de cabeça constantes, enxaqueca. Me sinto encurtada, coisa que nunca fui. E travo... Não consigo ficar na mesma posição muito tempo. Quando está frio é pior. De manhã pra levantar tem sido um suplício. Trabalho sentada e várias vezes levanto seja pra beber água, seja pra ir na sala de algum colega esticar as pernas

O que piora? Frio, stress, sedentarismo, manter a mesma posição muito tempo. Tô no sal, perceberam né? Morando num lugar que faz 6º no sol brrrrrrr, longe dos meus...

O que posso fazer para melhorar? Exercício físico aeróbio de baixo impacto - agora me diga...com esse frio. Vou fazer o que? Caminhar na ventania gelada? É ruim viu! Alongamento. Ok, pilates conta, então vou manter. Banhos quentes. Acupuntura meu dotô ficou lá em Ilha. Massagem marido vamos brincar de ficar ryku? Alimentação dizem que melhora. Ahnrã... se ficar sem lactose já é difícil, prefiro nem comentar... E remédio. :'(

Mas estou tentando não sofrer de saudade de casa. Tento não ficar parada. Tento comer bem. Tento ser regular no Pilates. Tento ficar aquecida. Tento tento tento tento... e tomo remédio. 

Quer saber mais sobre a Fibromialgia? A Sociedade Brasileira de Reumatologia criou uma cartilha. Clique aqui e terá acesso a ela, em pdf. 

E tomara que amanhã eu acorde melhor, pois a previsão é de -1º


12 de junho de 2015

Todos os dias

A cada dia, hora, movimento, palavras ditas ou não ditas ou mal ditas ainda assim eu te amo. 

A cada quilômetro rodado seja para re-união, seja para aproveitarmos juntos.

A cada dor e a cada lágrima enxuta. 

A cada lágrima de felicidade pelo reencontro. E a cada lágrima que compartilhamos pelo orgulho e amor pelo nosso bem maior.

A cada borboleta que insiste em voar no meu estômago a cada reaproximação.

A cada sonho, a cada acordar e a cada mensagem bd.

A cada teimosia. A cada aprendizado.

Vamos continuar caminhando juntos?

Te amei. Te amo hoje! Te amo pra sempre!